DESLIGAR AQUI O SOM

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

AMOR BANDIDO - Lenya Terra


AMOR BANDIDO

Lenya Terra


Pisando de mansinho
Invadindo devagarzinho
Sedutor e envolvente
De jeito meigo e carente
Homem perfeito chegou
Dizia lindas palavras
Naveguei teus mares, devassa.
Julgando-me amada,
Sem medo de ser feliz
Entreguei-me de corpo e alma
Num delírio insano, me fiz.
Mas tudo na vida passa
Arrancada do sonho... Desgraça!
Percebi o pesadelo... Abuso!
Não era amor, era uso.
Não era desejo, era domônio.
Tudo foi palavra
Cravou-me na carne dor e incerteza
No peito?...Vazio
Na alma? Abismo.
O delírio cessou
A chama feneceu
Calou mentiras de amor
Agora... serena e calma
Livre deste corsário
Desatada do amor bandido
Tenho do coração banido
O inferno vil do vilão
Resta solidão, velha companheira.
Mas ainda...
Esperança, fé e alguma ilusão!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...