Desligar música aqui

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

DEDOS DO DESEJO - Elen de Moraes






 Dedos do desejo


Elen de Moraes Kochman



Do tempo, em brancas areias,
Da vida, em praias bravias,
Estiro-me às marés cheias!
Ondas amantes, vadias,
Lambem meus seios morenos
Nos seus deleites de amar...
Os lânguidos movimentos
 Incessantes e obscenos, 
Acalmam seu marulhar.



A esse prazer ingente
Que todo meu ser invade,
Rendo-me - Ser carente -
E sem nenhuma vontade
De me negar ao abismo
Desse assédio sem saída,
Que deposita em meu ventre,
- Com volúpia e erotismo -
O princípio e o fim da vida.



Nesses momentos divinos,
Os sons que enchem o ar
São melodias de hinos
Que pasmos dedos do mar,
Entre acordes e solfejos,
Em felina excitação,
Dedilhando meus desejos
Borbulhantes de paixão,

Cada nota ousam tirar...
 


2 comentários:

Runa disse...

Olá, amiga.

Belo poema.

Votos de um novo ano cheio de Desejos (concretizados).

Bjs

Runa

BORBOLETA POETA disse...

Certamente no Ano novo os sonhos serão verdade e os desejos tb! rs...
Obg amigo, pela gentileza!
Bjs e feliz 2011!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...