DESLIGAR A MÚSICA AQUI.

domingo, 9 de setembro de 2012

AMOR ETERNO - Elen de Moraes Kochman - (borboleta poeta)



Amor eterno

Elen de Moraes Kochman


O eterno amor que desde antigas eras
Tens buscado, pra doar teu coração,
Chegou enfim... despido de quimeras.
Realidade da tua paixão!


Serão felizes! Serás muito amado!
Retribuirás na mesma medida.
É a alma gêmea que tens desejado,
Vindo bater à porta da tua vida!


Sabemos que rápido o tempo passa,
Que a solidão à beira do caminho
É desmedida dor que nos devassa,


É má companhia, dorido espinho
Que a alma dos solitários traspassa.
Bom mesmo é amar! E não seguir sozinho!



2 comentários:

Eugenio Bezerra disse...

Captei a mensagem, minha bela e querida borboleta poeta, amiga de todas as horas, e competente intérprete dos sentimentos humanos, principalmente os dos amantes apaixonados. Abraço beijado!

Elen de Moraes K borboleta poeta disse...

São muitos anos de "estrada" pelos corações, querido amigo Eugenio! A gente acaba decorando as trilhas para não se perder pelos caminhos... Obrigada, sempre, por tuas gentilezas. Beijo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outras postagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Rio de Janeiro - Br

Rio de Janeiro - Br
Aterro do Flamengo - ressaca

Amanhecer no Rio de Janeiro

Amanhecer no Rio de Janeiro

Amanhecer no Rio de Janeiro

Amanhecer no Rio de Janeiro

Tempestade sobre a Tijuca

Tempestade sobre a Tijuca
R< - Br