DESLIGAR AQUI O SOM

terça-feira, 17 de março de 2015

ESVOAÇAR QUE TOCA NOSSA ALMA - Eduardo Jorge - Voz: Zélia Santos



Um poema de 
Eduardo Jorge (Ramatis),

escrito para Elen de Moraes Kochman
(Borboleta poeta)

Voz de Zélia Santos)
Esvoaçar que toca nossa alma

Eduardo Jorge
(Ramatis)

Pela noite dentro,
esvoaçam tuas asas soltas, libertas,
teus voos sonhados, vividos,
entregues, sentidos, suaves,
esvoaçando entre nós,
 em danças de soltos gestos,
em rimas de poemas conseguidos,
como gestos de amizade repartidos,
tocando a alma de todos nós,
com teus voos picados e sentidos.

Que o teu esvoaçar,
nunca se perca
 das noites que connosco repartes;
que o suave toque de tuas asas,
não deixe nunca de tocar nossas almas.

Contacto aprazível de asa de borboleta,
como quem afaga nosso rosto
 enfeitiçado pelos suaves
 e ternos gestos de amizade,
entregues a virtuais voos de repartição




Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...