DESLIGAR A MÚSICA AQUI.

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Título de Acadêmica Honorária e Benemérita - Academia Pan-Americana de Letras e Artes

Clicar na imagem para vê-la maior



Agradecimentos


Não consigo mensurar a felicidade que sinto neste momento e quero agradecer a Academia Pan-Americana de Letras e Artes, APALA, na pessoa do seu Presidente, meu caro amigo e grande incentivador, Luiz Gilberto de Barros - Luiz Poeta - à sua Diretoria e aos demais Acadêmicos, o privilégio de estar hoje aqui, sendo agraciada com o Título de Acadêmica Benemérita e Honorária.

Foi com muito prazer que soube da indicação do meu nome para este prêmio que reconheço de grande importância, embora eu nunca tenha imaginado merecer tão grande honra, por um trabalho que faço com total satisfação.

Agradecimentos, também, aos meus familiares, amigos - e amigos poetas - que continuamente me incentivam com críticas construtivas e elogios;

ao meu filho Renato que convive muito bem com meus longos silêncios e amiúdes ausências, nos momentos de criação;

às minhas irmãs Eva e Dila que são o meu chão. Quando a fantasia me faz voar alto demais, elas colocam meus pés de volta, à terra;

à Léa Kochman, minha amiga e cunhada, que deu o empurrão inicial nessa minha trajetória, quando há quase 20 anos me fez ingressar neste nosso mundo fabuloso da literatura, ao me inscrever, sem que eu soubesse, num concurso de poesias, que me deu um honroso 3º lugar, entre centenas de concorrentes;

e a você, mãe Maria. Aonde estiver, sei que está sorrindo e feliz por mim.  

Eu não teria conseguido nada, nem estaria aqui hoje, não fosse por todos que de algum modo caminharam ou ainda caminham comigo.

Muito obrigada. 


Entre os imortais


Elen de Moraes Kochman


Em homenagem ao Luiz Gilberto de Barros
- Luiz Poeta - 


Fascinante o jorrar da tua inspiração,
teu desembaraço ao brincar com as palavras.
Como sangue nas veias, a tua emoção
corre, efervescente, pelos versos que lavras.

Ir e vir das rimas, jeito como as costuras,
fácil negociar com a sílaba poética,
ajustando-a entre a métrica e as figuras, 
oferece ao poema harmoniosa fonética.

Nas entrelinhas, o devaneio do enredo;
cadência solta, na expressão da poesia;
sutileza e fantasia, usadas sem medo,
dão o toque final, de extraordinária Mestria.

Teu nome jamais será esquecido, ó Poeta!
Com louvor, registrado seja, nos anais
das Letras, Música e Artes - obra completa!-
e cadeira garantida entre os Imortais.


  














2 comentários:

poesiaosabordovento.blogspot.com.br disse...

Cara Amiga Elen. Regozijo-me em saber que foste recebedora do Diploma da Academia. És bem merecedora de tal distinção. Os teus poemas e o trabalho que tens desempenhado em prol da APALA tem sido incomensurável. Congratulo também o Amigo Luis Poeta, seu presidente, por ter reconhecido o teu valor.
Um abraço para os dois

Elen de Moraes Kochman disse...

Obg José! Faço bastante por todos nós. Pela APALA, a bem da verdade estou iniciando, mas pretendo estar sempre presente e à disposição para colaborar, no que for necessário.
Abraços.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...