Desligar música aqui

domingo, 12 de maio de 2013

O SOM DO AMOR - (Silêncio, minha mãe está sorrindo!) - Elen de Moraes Kochman


No nosso dia,
minha homenagem para todas as mães! 

 O som do amor
 Elen de Moraes Kochman


Silêncio!
Minha mãe está sorrindo.

Som celestial!
Coro de arcanjos
Derrama melodia
Sobre seu sorriso lindo,
Vivifica a divina paz
Do seu semblante...
Sua ternura usual,
Traz no olhar
A expressão dos anjos.
Que nenhum ruído abafe
Esse som contagiante;
Que sofrimento não turve
No seu rosto, a alegria;
Que nuvens não encubram
Esse seu deslumbramento
De aconchegar-se à vida,
Com sublime maestria.

Silêncio!
Minha mãe está sorrindo,
Sem temores,
Para um amanhã incerto.
Esperança,
Nesse tímido sorriso aberto,
É a mola que a encoraja a viver,
Transpor limites
Para entre nós permanecer.
Nesse enfrentamento,
Dissabores são detalhes,
Esquecidos, certamente,
Pelas esquinas do tempo.
Rugas, no seu rosto,
São primorosos entalhes
Esculpidos, suavemente,
Por sábio envelhecimento.

Silêncio!
Minha mãe está sorrindo,
Placidamente,
Para os meus sombrios medos...
Lágrimas que brotam
Nos meus olhos,
Por suas mãos enxugadas,
Amorosamente,
Quando em seu colo
Reencontro meu abrigo,
Trazem cheiro de infância,
Num eco saudosista.     
Assim, deposito confiante,
Em seus braços, minha fadiga.
Removo os meus escolhos!
E descanso... no santuário
Do seu regaço de amiga.

Silêncio!
Minha mãe está sorrindo...


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...