DESLIGAR A MÚSICA AQUI.

quinta-feira, 15 de março de 2012

AMIGA INSEPARÁVEL - Elen de Moraes



AMIGA INSEPARÁVEL


Elen de Moraes Kochman


Ela chegou de mansinho
Carinhosa me olhou...
Com seu suave jeitinho,
Que ia ficar me avisou.
Abri-lhe a porta e falei
Que se ajeitasse sozinha.
Ficasse o quanto quisesse,
No entanto, se preparasse
Pra partir como chegou...
Sem avisar fosse embora!


Ela olhou-me transigente...
Dei-lhe as costas... e saí
Da incômoda presença.
Foi assim, dia após dia!
Fez-me surda companhia...
Porém não houve paixão.
Houve até certa distância...
Mas, ela tomou de assalto
O teu lugar no meu peito,
Embotou meu pensamento,
Fez pousada no meu leito...


Nos meus braços se aninhou,
Anulou minhas defesas,
Solidária nas tristezas
Que a tua ausência deixou...
Agora... vive comigo!
Juntas, choramos a perda
Do teu ingrato amor.


Pois é... 
A minha amiga saudade
Vestiu-se de liberdade,
Invadiu o teu lugar.
E parece, infelizmente,
Que chegou para ficar...



Saudade:
Você, eterna visão.
Ela, realidade.

(haikai - Elen de Moraes)

2 comentários:

Reinadi Sampaio disse...

Através dos versos
Corre o sangue dos poetas –
Febril e à solta.


Reinadi Sampaio
13/01/2012 > 22h12min.

ARFERLANDIA disse...

E ainda bem que ficou
vestida de LIBERDADE
E sendo assim, aqui estou
mas não vou deixar saudade.

ARFER

Um abraço fraterno

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...