I LOVE YOU, YOU LOVE ME, ANTONY QUINN

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Morrer para nascer - Elen de Moraaes Kochman




MORRER PARA NASCER...


Elen de Moraes Kochman

Creio que após a morte existe vida.
Na eternidade da alma... Também creio
Que ela será pelo Pai acolhida                        
Para descansar em paz, em seu seio.

Eu só não sei se morri ao nascer
Para viver esta vida, afinal...
Ou, se ao contrario, será ao morrer,
Que nascerei para a vida real.

Não vivo a pensar que o vindouro passo
Do meu dia seguinte seja a morte,
Pois ela, de qualquer modo, ao compasso
Do tempo que esvai, será minha sorte.

Mesmo que eu ande nesse vale escuro,
Não o temo! Pois bem sei que ele é a causa,
Sucessão e fim deste “lar” seguro
Que EU sou... antes que se execute a pausa.

E quando este meu corpo delicado,
Inseguro... - frágil como o cristal -
Quebrar-se... seu vinho for derramado,
Será da minha matéria, o final!

Então, estará desencarcerado
Meu Espírito... Meu Eu celestial. 


Um comentário:

Reinadi Sampaio. disse...

Gosto deste teu poema, Elen.
Fragmentos dele fazem parte da minha carta ao meu amor, de azuis distantes- Se eu morrer.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...