Desligar música aqui

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

PINGO D'ÁGUA - Elen de Moraes Kochman



Pingo d’água que respinga na vidraça,
Sinuosamente, a escorrer para o chão,
Traz-me tantas recordações... e ameaça

Maltratar, uma vez mais, meu coração.
Desnortea-lo, num fibrilar de desgosto,
Pelo amor que me vem sempre em contramão.

A lembrança do encontro pressuposto
Aumenta a melancolia... O sofrimento
Dá nitidez às expressões do meu rosto.

(Fragmentos  de 10 tercetos)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...