I LOVE YOU, YOU LOVE ME, ANTONY QUINN

sexta-feira, 21 de abril de 2017

ELO PERDIDO - Elen de Moraes Kochman







































Elo perdido

Elen de Moraes Kochman


Meu abraço
hoje está vazio dos teus braços.
Deixaste-me órfã do teu ombro amigo
e do teu regaço,


meu muro de lamentações...  


Já não faíscam os teus olhos.
O brilho dos meus
finaram-se contigo,
embaçando meus horizontes...


Iluminam, agora, a eternidade...


Estou só... solidão... não estás aqui.
Nessa tua dolorosa ausência,
somente as lembranças
latejam em meu pensamento


e o meu coração borbulha de saudade.


Se ainda aconteço, dia após dia,
é porque a luz do teu sorriso
amanhece o meu sol,
que se enfurnara com a tua partida.


Vida se esvaiu... perdeu-se o elo do tempo.


 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...