Desligar música aqui

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Meu Rio de Janeiro - Elen de Moraes




Meu Rio de Janeiro


Elen de Moraes Kochman



Sempre, a cada amanhecer,
Que te vejo espreguiçar
Sonolento... e se estender
Entre as montanhas e o mar,


Eu me debruço em teu peito
E me entrego ao teu abraço...
Deixo meu corpo sujeito
Ao deleite e ao compasso


Que dás ao meu coração...
Dele, és dono absoluto!
Também da estranha paixão
Que me invade... e que desfruto!


Tu és meu amor verdadeiro,
Ó meu Rio de Janeiro!


2 comentários:

Alegre Amanhecer disse...

Um amor que não se esquece!
Nosso pedaço de chão, e o plocamamos em versos de poesia, perpetuando assim, uma magia, antes que um dia tudo possa acabar - pela mão do homem.

BORBOLETA POETA disse...

Amiga Florbella
esse é o amor verdadeiro...rs... Não há ciumes, muito menos despedidas forçadas... É para sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...